Bauducco: muito mais que panetones

Bauducco: muito mais que panetones

A Bauducco começou em 1952 como uma doceria no bairro do Brás, centro de São Paulo, e hoje é a maior fabricante de panetones do país.

Por Redação em 17/06/2020

Você sabia que um panetone vendido na época de Natal começa a ser preparado em agosto?

A maior fabricante do “pão de Natal” queridinho do Brasil, a Bauducco, declarou que toda receita do seu famoso panetone Bauducco conta com parte da “massa madre”, a combinação viva com micro-organismos de fermento natural. A empresa é responsável pela produção anual de 75 milhões de panetones que levam até 50 horas para ficarem prontos e mantém a tradição de 72 anos no Brasil. Faturamento já supera R$ 3 bilhões.

Curiosidades:
– O pão de final de ano que substitui as frutas por chocolate foi criado por Massimo Bauducco, neto do fundador, em 1978, quando ainda estava na faculdade, e virou sucesso de vendas.
– A Bauducco apostou em cafeterias para atingir o público que não consome seus produtos na gôndola do supermercado. A palavra de ordem é acelerar o crescimento. A marca vai abrir mais 30 lojas da Casa Bauducco ainda em 2020, e quer chegar a 2025 com 400 unidades (vale lembrar que esta meta foi traçada antes da crise do vírus chinês).
– A sucessão de Massimo já está definida: a presidência deve ficar sob responsabilidade de Carlo Andrea, seu irmão mais novo, hoje vice-presidente da corporação.
– A companhia passa por auditorias periódicas, e segundo o presidente, elas garantem a longevidade da Bauducco.
– Brasil: 80% das empresas são familiares, mas apenas 3% delas resistem até a quarta geração.

A Bauducco começou em 1952 como uma doceria no bairro do Brás, centro de São Paulo, e hoje é a maior fabricante de panetones do país. Com o passar dos anos, a empresa foi aumentando o leque de produtos também, mas sempre respeitando a regra base: todo e qualquer produto lançado pela Bauducco deveria ser inédito no Brasil. Desta forma surgiram as torradas e as bolachas champagne, seguidos de outros que completam uma linha atualmente com 130 produtos.

A empresa que comprou sua principal concorrente, a Visconti, virou companhia e apresentou índice de crescimento de 11% em 2019 com relação a 2018, tendo os panetones como responsáveis por 25% das vendas. Hoje o panetone Bauducco está em mais de 50 países.

“Mesmo na crise econômica brasileira, mantivemos uma expansão acelerada. A marca se consolidou, entrou em dois mercados importantes do setor de alimentos: pães e chocolates”. André Britto, diretor de marketing da Bauducco.

Para o diretor de marketing, André Britto, é chegada a hora de colher os frutos dos investimentos. “Mesmo na crise econômica brasileira, mantivemos uma expansão acelerada. A marca se consolidou, entrou em dois mercados importantes do setor de alimentos: pães e chocolates”.


Foto: divulgação.