Saúde Digital

Aqui vamos falar sobre a repercussão do uso de novas tecnologias na saúde das pessoas e as mudanças que estão ocorrendo no segmento da saúde devido aos impactos de tecnologias como blockchain, big data, inteligência artificial e IoT.
Santander oferece especialização em blockchain

Santander oferece especialização em blockchain

Atento as tendências mundiais, o Santander oferece especialização em blockchain para estudantes da graduação, pós-graduação e jovens profissionais.

Por Redação em 10/08/2020

Atento as tendências mundiais, o Santander oferece especialização em blockchain para estudantes da graduação, pós-graduação e jovens profissionais das áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).

Entre os critérios para participar do processo seletivo estão: ter idade entre 20 e 28 anos e possuir alto nível de inglês. Dessa forma, a proposta é oferecer 100 bolsas de estudos voltadas para inovação tecnológica aplicada ao mercado financeiro. A ação patrocinada pelo Santander oferece especialização em blockchain em parceria com a Fundação IE, e o programa contará com temas como criptomoedas e tecnologia blockchain.  

Outra informação importante para participar do processo seletivo proposto pelo Santander para especialização em blockchain é estar cursando os últimos 2 anos de graduação ou já estar formado e não ter mais de 3 anos de experiência profissional.

O projeto é voltado para candidatos que estejam estudando (ou que tenham estudado), em universidades dos seguintes países: Brasil, Portugal, Argentina, Chile, México, Espanha, Polônia, Reino Unido e Estados Unidos.

Especialização em blockchain

De acordo com a assessoria do Santander, a formação tem como proposta oferecer aos estudantes a “oportunidade de fazer um curso que os ajude a descobrir o potencial do setor financeiro”. Desta forma, o curso oferecerá ferramentas básicas para os alunos compreendam os desafios da inovação financeira no contexto digital.

Com duração de cinco semanas, o curso será todo online e ministrado em inglês. Além da introdução, os alunos bolsistas terão acesso aos cinco módulos do curso. Confira o conteúdo programático dos módulos:

Introdução: digitalização em finanças, computação em nuvem e fundamentos da tecnologia. Criptomoedas e blockchain aparecem já no primeiro módulo, sobre pagamentos.

Segundo e Terceiro módulos: voltados ao mercado de capitais, incluindo temas como big data, aprendizado de máquina, Inteligência Artificial, Internet das Coisas e computação quântica.

Quarto módulo: dedicado ao ensino de contratos inteligentes, depósitos, empréstimos P2P, crowdfunding e outros.

Quinto módulo: gerenciamento de investimentos incluindo investidores capacitados e externalização de processos de última geração.

Para saber mais, acesse aqui.

E para fazer a sua inscrição no Programa de Bolsas de Estudos do Santander, clique aqui.


Foto: Micheile Henderson.