Moodys: fintechs focadas em PMEs serão mais pressionadas pela crise

Moodys: fintechs focadas em PMEs serão mais pressionadas pela crise

A grande crise provocada pelo avanço do vírus chinês e a declaração da ONU de pandemia prometem afetar fintechs focadas em pequenas empresas.

Por Redação em 04/07/2020

A grande crise provocada pelo avanço do vírus chinês e a declaração da ONU de pandemia prometem afetar fintechs focadas em pequenas empresas. É o que dizem os especialistas da Moody’s. Segundo eles, as fintechs focadas em pequenas e médias empresas no Brasil estarão mais vulneráveis.

Isso acontece em um momento em que a rentabilidade dos bancos já está
sendo impactada pelo aumento da inadimplência, que havia subido de 5,7% em fevereiro para 7,5% em abril. No melhor cenário-base, estimamos que os volumes das operações com cartões aumentarão em apenas 3% neste ano, ante 18% em 2019”, afirmam Farooq Khan e Erick Rodrigues, ambos vice-presidentes na Moody’s.

“No melhor cenário-base, estimamos que os volumes das operações com cartões aumentarão em apenas 3% neste ano, ante com 18% em 2019.”

Segundo eles, as companhias com maior presença digital se beneficiarão do
aumento dos pagamentos sem o uso do cartão, que representaram 29% do
total dos pagamentos com cartão de crédito no primeiro trimestre.

Com informações do Terra.


Foto: Blake Wisz.

TAGS fintechs