Estudo da McKinsey revela novo consumidor pós Covid-19

Estudo da McKinsey revela novo consumidor pós Covid-19

O legado que a pandemia de Covid-19 deixará, segundo estudo realizado pela consultoria McKinsey, e “o novo consumidor pós covid-19”.

Por Redação em 03/12/2020

Tem-se falado muito sobre o legado que a pandemia de Covid-19 deixará ou deixou para a humanidade. E um estudo realizado pela consultoria McKinsey revela “o novo consumidor pós covid-19”.

Sabe-se que muitos hábitos, principalmente os relacionados a higiene pessoal, sofreram alterações nos últimos tempos. Entretanto, a ruptura causada pela pandemia foi ainda maior no que se refere ao consumo do brasileiro.

Dentre tantas questões, o estudo aponta as principais preocupações dos brasileiros com a crise, principalmente por esta ser diferente de todas as outras já enfrentadas pelo país.

O novo consumidor preocupa-se com origem sanitária

A origem dos produtos coloca no topo da lista a preocupação com a saúde pública em geral, e tudo o que diz respeito a disseminação do vírus, incluindo os cuidados com a família, a segurança e a incerteza quanto ao tempo de duração da pandemia.

A preocupação econômica surge em um segundo plano.

Dinâmica do estudo

A partir deste cenário, a consultoria McKinsey mapeou o comportamento dos brasileiros em relação a vida com o distanciamento social e à redução da atividade econômica.

A coluna e-investidor do Estadão listou os 10 mandamentos do novo consumidor.

1 – O digital ainda mais presente

De acordo com o estudo, 72% dos brasileiros tiveram uma primeira experiência com plataformas de streaming, 48% recorreram a video-chamadas para bater papo nos finais de semana, 43% descobriram o TikTok e 42% usaram plataformas de ensino à distância para si próprio ou para os filhos. As compras digitais cresceram, pois 40% passaram a usar mais o comércio eletrônico, mesmo tendo cortado alguns gastos.

Diante disso, o marketing digital deve sofrer considerável aceleração para atender ao novo consumidor pós Covid-19. Isso porque os usuários buscam melhores experiências e desta forma surgem as novas oportunidades de negócios.

2 – Preciso consumir isso?

Milhões de brasileiros perderam ou tiveram suas rendas reduzidas com a pandemia. Alguns por cortes no salário, outros por demissão. E a insegurança financeira também marcou os hábitos de compra. “A tendência é o consumidor se perguntar várias vezes se precisa mesmo daquele produto”.

3 – Fidelidade do novo consumidor às novas marcas

25% dos brasileiros estão experimentando novas lojas, mesmo que virtuais. E de 30 a 40% estão comprando novas marcas. “Explorar as conexões afetivas e ter produtos disponíveis em canais chave será fundamental para as marcas laçarem esses novos clientes. Quem conseguir, terá conquistado consumidores leais”.

Essas são só algumas questões apontadas pelo estudo realizado pela consultoria McKinsey. Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.


Foto: Erik Mclean.