Efeitos de rede: Parte 3 – Propriedades da rede

Efeitos de rede: Parte 3 – Propriedades da rede

Os efeitos de rede tem propriedades curiosas como por exemplo: assimetria, homogeneidade ou heterogeneidade, entre outros.

Por Redação em 10/04/2021

Estamos falando sobre os efeitos da rede aqui no altavista.news: já abordamos o que eles são e quais são seus componentes. Agora, vamos abordar as propriedades da rede.

Irregularidade

As redes geralmente não são uniformes na vida real. Os exemplos de irregularidades incluem geografia (por exemplo, os habitantes urbanos se comportam de maneira muito diferente da população rural), diferenças de relacionamento (os relacionamentos entre gerente e funcionário são diferentes dos relacionamentos com colegas de trabalho), tamanho (uma empresa com duas pessoas toma decisões de forma diferente de uma com 30 pessoas ou 500 pessoas), e muitos outros.

Você precisa reconhecer essas irregularidades, encontrar o “centro” dentro da rede e se concentrar nele inicialmente para criar um efeito de rede antes de expandir seu foco para a rede mais ampla.

Identidade Real vs Pseudonimato e Anonimato nos efeitos de rede

Redes com perfis vinculados à identidade real de um nó, como seu nome pessoal real ou nome real da empresa, são normalmente mais eficazes na construção de efeitos de rede do que redes com perfis pseudônimos (por exemplo, identificadores gerados pelo usuário como “Tiger123”).

Não é por acaso que as três maiores redes sociais do mundo ocidental – LinkedIn, Facebook e Twitter – também são as primeiras a oferecer perfis de identidade reais em grande escala.

Assimetria

Em alguns casos, o lado mais difícil de atrair é o da demanda. Neste cenário, se você consegue atrair os compradores, os fornecedores (vendedores) aparecerão rapidamente e sem tanto esforço. Fiverr e UpWork, por exemplo, se concentram em encontrar demanda e o fornecimento aparece organicamente.

Em alguns casos, o mais difícil é achar fornecedores, e os usuários do lado da demanda são atraídos para o mercado organicamente. Por exemplo, Uber e Lyft gastam a maior parte de seu orçamento de aquisição pago na aquisição de motoristas.

Redes homogêneas vs. redes heterogêneas

Redes homogêneas são redes em que todos os nós têm a mesma função na rede. Em uma rede de telefonia fixa, por exemplo, cada nó (telefone) desempenha basicamente a mesma função que qualquer outro, e as pessoas tendem a adquirir telefones pelos mesmos motivos.

Redes heterogêneas são redes em que há duas ou mais classes de nós categorizados por função e utilidade. Por exemplo, na rede de mercado Honeybook, os planejadores de eventos se comportam de maneira diferente dos fotógrafos, que se comportam de maneira diferente dos floristas.

Efeitos de rede assintéticos

Lembre-se da definição básica dos efeitos de rede: conforme o uso de um produto cresce, seu valor para cada usuário também cresce. Em alguns casos, no entanto, os efeitos da rede podem começar a enfraquecer após certo ponto no crescimento da rede. O crescimento em uma rede assintótica, após um determinado tamanho, não beneficia mais os usuários existentes. O Uber é um exemplo disso, já que após cerca de 4 minutos de espera, os passageiros do Uber não se beneficiam mais com o aumento do número de motoristas. O valor de mais “assíntotas” da oferta conforme o crescimento do valor se aproxima de zero para o lado da demanda.

Para mais detalhes, clique aqui.


Foto: JJ Ying.