Tecnologia em Finanças e Seguros

Fintechs e Insurtechs estão revolucionando o mercado financeiro brasileiro e mundial. Novos marcos regulatórios como o banco digital, o Pix e o openbanking, são o drive destas mudanças. Neste canal vamos discutir negócios e tecnologias relacionadas a este novo mundo.
Criptomoedas e a tecnologia Blockchain: além do Bitcoin

Criptomoedas e a tecnologia Blockchain: além do Bitcoin

A tecnologia Blockchain ficou famosa por causa da criptomoeda Bitcoin, mas ela tem diversas outras aplicações: confira as principais delas.

Por Redação em 19/01/2021

A Blockchain, tecnologia por trás da criptomoeda Bitcoin, tem ganhado destaque. Parte do disso se deve ao fato de que o valor de mercado do Bitcoin ultrapassa os 150 bilhões de dólares.

Em resumo, Blockchain é o nome que se dá à estrutura de dados por trás do Bitcoin, e os dois conceitos surgiram juntos em 2008.

O mercado de criptomoedas nunca dorme

Entre 2011 e 2014 surgiram várias outras criptomoedas baseadas na Blockchain, como IXCoin, Litecoin, Peercoin e Dogecoin.

Apesar de terem a mesma tecnologia como base, cada uma delas trazia em seu projeto alguma mudança, apresentada geralmente como alguma melhoria ou vantagem competitiva em relação ao Bitcoin.

Essas alterações incluíam transações mais rápidas, taxa de emissão de novas moedas diferentes e alterações no algoritmo de consenso.

Contratos inteligentes

Em julho de 2015 surgiu uma importante plataforma baseada em Blockchain com criptomoeda própria que revolucionou o cenário das altcoins: a plataforma Ethereum.

Diferente da maioria das altcoins existentes, o Ethereum surgiu com um projeto próprio totalmente novo, não tendo seu código baseado no Bitcoin. Além disso, a proposta do projeto não é somente ser uma criptomoeda, e sim uma rede de contratos inteligentes executando na Blockchain.

Uma das aplicações de contratos inteligentes na rede do Ethereum mais difundidas é a criação de tokens criptográficos, que na prática funcionam como novas altcoins.

Assim, o Ethereum possibilitou a criação de milhares de tokens que podem ser transferidos, comprados ou vendidos em corretoras e armazenados em carteiras sem a necessidade de Blockchains próprias: todos eles são programados diretamente na Blockchain do Ethereum e, ao realizar transferências, as taxas são pagas em Ether (ETH), a moeda nativa da plataforma.

Tecnologia blockchain na indústria

A tecnologia Blockchain também vem sendo empregada em várias áreas sem vínculo a criptomoedas, como utilização em logística e supply chain, área de saúde, indústria alimentícia, indústria fonográfica e proteção de direitos autorais e muitas outras.

Algumas pessoas acreditam que a adoção de Blockchain nestas outras áreas pode ultrapassar a utilização em criptomoedas, indicando que o potencial da tecnologia é muito maior do que o que já foi mostrado até o momento.

Gigantes empresas como Google, Microsoft, Mastercard, Santander e centenas de outras, bem como governos ou órgãos governamentais, vêm pesquisando e utilizando Blockchain, e o número de profissionais e aplicações vêm crescendo exponencialmente.

No Brasil, o Simples Receita utiliza a tecnologia para proteger a privacidade de seus clientes. Ou seja, ele utiliza o caráter descentralizado da Blockchain para permitir que o paciente tenha total controle sobre suas informações,
numa carteira digital que ele autoriza quem pode ou não ter acesso.

Para ler a matéria completa, clique aqui.


Foto: Clifford Photography.