Bitcoin passa de 100 mil reais e atinge alta histórica

Bitcoin passa de 100 mil reais e atinge alta histórica

A criptomoeda Bitcoin, lançada em 2009 pelo anônimo Satoshi Nakamoto, passou de 100 mil reais e atingiu uma marca histórica.

Por Beatriz Nunes em 01/12/2020

A moeda digital Bitcoin, lançada em 2009 por um anônimo ou um grupo de anônimos, alcançou a marca histórica de 100 mil reais.

O criador (ou os criadores) adotou o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Ele publicou em outubro de 2008 em paper com detalhes da Bitcoin com o título “Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System” (“Bitcoin: Um sistema de dinheiro eletrônico de usuário para usuário”). Entretanto, os primeiros bitcoins só foram disponibilizados em janeiro no ano seguinte, em sua versão 0.1.Em janeiro do ano seguinte disponibilizou o bitcoins, versão 0.1,

Foi Nakamoto que minerou o genesis block of bitcoin, ou seja, o bloco número 0. Na transação, está a mensagem “The Times 03/Jan/2009 Chancellor on brink of second bailout for banks.”, uma clara crítica à ao sistema de reserva fracionária bancário.

De fato, o intuito da Bitcoin é justamente que você seja seu próprio banco. Os adeptos da criptomoeda costumam criticar os sistema bancário e o sistema de curso forçado por diversas coisas, mas especialmente por:

  • Utilização de reserva fracionária
  • Escravizar o cidadão a uma moeda que pode estar sujeita a má administração governamental
  • Impressão massiva de dinheiro, que desvaloriza a moeda de curso forçado
  • Conluio entre governos e bancos, ou seja, o governo promete aos bancos que irá “salvá-los” (afinal, como disse Obama, algumas organizações são “grandes demais para falhar”)

Um bom exemplo de como Bitcoin pode ser usada para fugir de uma moeda de curso forçado é o cubano Eric Cruz, que ensina seus conterrâneos a comprar com criptomoedas. Com elas, eles têm acesso a produtos importados e a serviços como Amazon e Netflix (apesar de sanções governamentais).

*Beatriz Nunes é formada em Gestão de Políticas Públicas e administração pela Unicamp. Atua como professora, gestora e escritora.


Foto: divulgação.